Spitz Alemão Anão

                                                                              

Spitz Alemão Anão

Lulu da Pomerânia, também chamado de Spitz Alemão Anão, é um gracioso, inteligente e ativo. Esses cães precisam de limites para não ficarem agressivos.


 
Família: Spitz, Norte (companhia)
Grupo do AKC: Toy
Área de origem: Alemanha
Função Original: companhia
Tamanho médio do macho: Alt: 20-27 cm, Peso: 1-3 kg
Tamanho médio da fêmea: Alt: 20-27 cm, Peso: 1-3 kg
Outros nomes: Spitz Alemão Anão/Pequeno

 

Energia
Gosto por brincadeiras
Amizade com outros cães
Amizade com estranhos
Amizade com outros animais
Proteção
Tolerância ao calor
Tolerância ao frio
Necessidade de exercício
Apego ao dono
Facilidade de treinamento
Guarda
Cuidados com a higiene do cão

 
 

Origem e história da raça

 
O menor membro da família spitz, o Lulu da Pomerânia (ou Spitz Alemão Anão) possui entre seus antepassados os resistentes puxadores de trenó. Não se sabe exatamente quando ele começou a ser gerado em tamanho pequeno. O local também é incerto, embora a Alemanha, mais especificamente a Lulu da Pomerânia, seja o lugar mais provável. O seu ancestral mais provável é o spitz alemão. Só quando chegou à Inglaterra a raça foi chamada de Lulu da Pomerânia, mas esses primeiros cães não eram como os “Poms” de hoje. Eles chegavam a pesar 13 kg e eram geralmente brancos. Na verdade, o spitz japonês se parece muito com esses primeiros pomeranos e provavelmente descende deles. Embora o Lulu da Pomerânia tenha sido reconhecido pelo English Kennel Club em 1870, sua popularidade só cresceu depois que a Rainha Vitória trouxe um Lulu da Pomerânia da Itália. Os pomeranos da Rainha eram cães grandes e cinzas, e já nessa época os criadores preferiam espécimes menores e mais coloridos. Em 1900, os Poms foram reconhecidos pelo AKC, e os cães apareciam em uma variedade de cores, tanto na Inglaterra como na América. O Lulu da Pomerânia continuou a diminuir de tamanho. Ao mesmo tempo, a ênfase no pelo levou a sua insuperável aparência de “bolinha fofa”. Esse cão de trenó em miniatura sempre atrai admiradores e ele é tão popular em exposições quanto como cão de estimação.
 
 

Temperamento do Lulu da Pomerânia

 
Brincalhão, amigável, ativo, inteligente, sociável e extrovertido.
 
O Lulu da Pomerânia pode ser um pouco distante de estranhos. É o tipo de cachorro que vê seu dono como um ídolo e estranhos são apenas…estranhos. Eles costumam ser dóceis com os membros da sua família, mas podem desenvolver problemas como ciúmes com pessoas e objetos.
 
São cachorros bastante inteligentes e aprendem fácil o que ensinam pra eles. É importante estimular o psicológico dessa raça, com brinquedos inteligentes e brincadeiras interessantes como esconder um objeto pra ele procurar.
 
O Lulu da Pomerânia é bastante dócil com os membros da família, mas cuidado com sua relação com estranhos e outros cães. O Spitz Alemão tem um instinto protetor muito forte, então ele tenta sempre proteger seus donos de outros cães e estranhos, mesmo que esses não apresentem nenhuma ameaça. Por isso, principalmente pra essa raça, é importante socializá-lo desde muito cedo com outros cães e pessoas diferentes. Quando ele for filhote, chame pessoas na sua casa pra ele se acostumar à presença de estranhos. Depois que ele puder ir passear, leve-o sempre a parques e cachorródromos pra ele interagir com outros cães, com crianças e adultos. Assim seu Lulu da Pomerânia vai se acostumar desde cedo e não estranhará no futuro.
 
O Spitz Alemão Anão tem uma natureza curiosa, dócil, corajosa e ousada. É um cão seguro de si mesmo que se mostra distante com os estranhos, mas dócil e tranquilo com seus donos. É muito brincalhão e adora correr. Possui uma grande inteligência e precisa ser estimulado intelectualmente.
 
O Lulu da Pomerânia é aquele cachorro pequeno que pensa que é um Dogue Alemão. É muito curioso, corajoso e determinado, ele não tem noção do seu tamanho.
 
Mesmo sendo receosa com desconhecidos, a raça passa a aceitar melhor as pessoas que são aceitas e queridas por toda a sua família e, portanto, amigos e convidados de seus proprietários já podem se beneficiar com os carinhos e brincadeiras do Lulu da Pomerânia em pouco tempo de contato.
 
 

Cores do Lulu da Pomerânia

 
Ele pode ser preto, marrom, branco, laranja (que vai do creme até o laranja vivo) ou cinza prateado.
 

 

Como cuidar de um Lulu da Pomerânia

 
Lulu da Pomerânia é ativo, mas pequeno, precisa de exercícios, mas se satisfaz com brincadeiras dentro de casa ou passeios curtos. Apesar de agasalhado por seu pelo, ele é muito ligado à família e pequeno demais para viver fora de casa. Seu pelo duplo precisa ser escovado duas vezes por semana. Mais vezes na troca de pelos (duas vezes por ano). É recomendada a tosa higiênica, que apara os pelos das patas e das regiões íntimas. A tosa completa não é aconselhada pois não faz parte do padrão da raça.
 
Eduque seu cachorro desde cedo pra não latir por qualquer coisa. Essa raça pode ser muito latidora e incomodar vizinhos ou mesmo as pessoas da família. Talvez o trabalho de um adestrador profissional seja recomendado.
 
 

Saúde do Lulu da Pomerânia

 
Principais Preocupações: luxação da patela
Preocupações Menores: fontanela aberta, hipoglicemia, luxação do ombro, Atrofia Progressiva da Retina, entrópio
Vistos Ocasionalmente: colapso traqueal, PDA
Exames Sugeridos: joelhos, olhos (cardíacos)
Expectativa de Vida: 12-16 anos